3 grandes entraves do comércio exterior no Brasil

cargas de projetos
Cargas de projetos: saiba quais os cuidados que sua empresa deve tomar
maio 28, 2018
maior navio graneleiro em Paranaguá
Conheça como funciona a cobrança dos impostos sobre a importação de produtos
junho 26, 2018
Filtrar por: Filtrar por: Blog e Portfólio Tags Tags Blog Autores Autores Blog Exibir tudo

3 grandes entraves do comércio exterior no Brasil

entraves do comércio exterior no Brasil

O Brasil continua registrando bons números no comércio exterior, mesmo com toda a crise que assola o país e também com a mudança de comportamento de alguns países que têm se fechado mais para o comércio internacional.

 

Veja como o drawback pode ajudar sua empresa a aumentar os lucros

 

Ainda assim, o país possui grandes entraves que dificultam o seu desenvolvimento e expansão. Neste artigo vamos falar de três problemas que impedem que o Brasil aproveite seu potencial por completo e deslanche neste cenário.

 

  1. Grande quantidade de tributos e taxas

A carga tributária no Brasil é tema de muitas discussões e reclamações por parte do empresariado brasileiro. Isso se agrava ainda mais no comércio exterior, em que a quantidade de impostos e tarifas são altas. Mas não é só por aqui, os tributos são pagos tanto no destino final quanto na origem do produto.

A questão é que isso costuma deixar os gerentes e gestores malucos, já que esses valores impactam no preço do produto e, claro, na margem de lucro, o que pode afetar a competitividade das organizações. Sem falar nos problemas legais que podem surgir caso a empresa tenha deixado passar alguma coisa na hora de pagar as taxas.

  1. Burocracia e documentação

Outro grande entrave para as empresas que exportam e importam produtos no país é a burocracia quanto a documentos, normas e regulamentações, tanto do Brasil quanto dos países estrangeiros.

Trata-se de um trabalho por vezes tão complexo que muitas companhias desistem de buscar isenções ou mesmo benefícios fiscais em alguns processos, caso dos Acordos de Livre Comércio (FTAs), que os países assinam para facilitar e baratear a relação comercial, mas que por vezes acaba ocorrendo o contrário.

  1. Falta de conhecimento no mercado exterior

Não ter um bom conhecimento e relação com parceiros, fornecedores e clientes no exterior é outro enorme desafio para que o empresariado brasileiro consiga encontrar seu espaço no comércio internacional.

Isso porque, aqueles que exportam podem não conseguir aferir a satisfação do cliente tanto em relação à entrega quanto ao produto, caso não existam ferramentas para obter esse tipo de feedback.

Por outro lado, as empresas que importam podem sofrer imprevistos com matérias-primas ou mesmo produtos comprados de fornecedores desconhecidos, sem uma relação ou comprovação que possa atestar a idoneidade e integridade delas. Um exemplo comum é quando companhias têm suas marcas afetadas por importarem de regiões em que há muitas denúncias de trabalho escravo contra determinadas empresas, gerando denúncias e críticas da sociedade.

Caminhos e soluções para as empresas brasileiras

Para superar esses problemas e traçar um caminho positivo no comércio exterior é preciso investir em gestão e em tecnologias modernas que possibilitem um melhor gerenciamento das operações de importação e exportação.

Além disso, é fundamental trabalhar com uma equipe qualificada e que conheça todos os atalhos, dentro da lei, para garantir uma maior otimização do tempo e dos custos, minimizando os transtornos, entregando soluções e potencializando os ganhos.

E sua empresa, já está preparada para os novos desafios do comércio exterior? Se você busca um parceiro para facilitar seus processos de importação e exportação, fale com o Grupo Flipper. Temos um time capacitado e experiente, pronto para atender você! Clique aqui e entre em contato.