O transporte rodoviário de produtos perigosos e o Coronavírus

exportações e importações da China
Exportações e importações da China caem abaixo do esperado
abril 14, 2020
recorde de carga
Porto de Santos registrou recorde de carga
abril 27, 2020
Filtrar por: Filtrar por: Blog e Portfólio Tags Tags Blog Autores Autores Blog Exibir tudo

O transporte rodoviário de produtos perigosos e o Coronavírus

transporte rodoviário

Nas últimas semanas uma pesquisa foi realizada pela ABTLP (Associação Brasileira de Transporte e Logística de Produtos Perigosos) sobre o impacto operacional do Coronavírus (COVID-19) no Transporte Rodoviário de Produtos Perigosos.

Objetivo da pesquisa

A pesquisa teve como objetivo registrar nessas primeiras semanas de quarentena brasileira quais foram as mudanças operacionais no transporte rodoviário de produtos perigosos. 

Participaram da pesquisa empresas associadas à ABTLP, cerca de 17.400 veículos e equipamentos que transportam produtos perigosos. Todos certificados e credenciados para operação em território brasileiro. 

Resultados da pesquisa

A pesquisa confirmou que as operações são predominantemente do segmento de transporte de granel líquido inflamável.

Também foi notado que apenas 58% dos locais de carregamento estão limitando o número de pessoas no mesmo recinto. 

Lembrando que essa é uma recomendação de suma importância de acordo com as disposições e orientações dos Órgãos Governamentais responsáveis pela administração e manutenção da saúde pública do Brasil. 

Outra medida seria restringir os motoristas dentro das cabines dos veículos, mas apenas 31% permitem que isso ocorra nos locais de embarque.

Em relação às dependências dos embarcadores / destinatários, mais de 50% não providenciaram alguma alteração para facilitar ou agilizar os processos de carga/descarga. 

Por outro lado, 86% desses mesmos embarcadores/destinatários, promoveram orientações para prevenção específica quanto a higienização e limpeza para os motoristas.

Outro fator preocupante são os locais de parada nas rodovias, que estão devendo segurança e principalmente higiene e limpeza. 

Foi constatado que não há restrições de circulação nas rodovias, tantos federais quanto estaduais, nem dificuldade em abastecer os veículos. 

Grupo Flipper e as notícias relacionadas ao Coronavírus

Ressaltamos que o Grupo Flipper segue atento,  acompanhando todos os informes e publicações relacionadas a pandemia pelo novo Coronavírus.

E continuamos com esperança de que tudo volte a normalidade o mais breve possível.

 

Leia também: Coronavírus e os contêineres Reefer.